Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Elefante

O Elefante

Douchebag

O Elefante, 04.05.21

download (1).jpeg

É Horrível. Acordar a meio da noite com vontade de ir à casa de banho é horrível. Uma pessoa ainda tenta dar luta, fecha os olhos, vira a almofada e tenta regressar ao sonho. Mas às vezes é difícil, há vezes assim, aquelas em que percebemos que se não formos mijamos mesmo a cama toda. Eu não sei quanto a vocês mas se há medo que mantenho desde que sou puto é das cortinas do duche. Isso mesmo, das cortinas do duche. E nem é aquele horror estético do "ai que cena velha que não se usa, tenho horror a isso" é mesmo aquele horror policial do "foda-se está ali um gajo escondido e vai me dar uma facada enquanto estou a mijar". Irracional. O ritual é sempre o mesmo, acendo a luz, vou em bicos de pés e afasto a cortina de repente como se todo aquele gesto grotesco gritasse "apanhei-te cabrão". Nunca apanhei ninguém, ainda bem. Hoje, como podem calcular pelas horas a que estou a escrever isto, a tradição voltou-se a cumprir mas só agora pensei no que nunca tinha pensado: "e se um dia está mesmo lá alguém, o que é que faço?!". Pior que ser assaltado com uma arma branca é ser assaltado com uma branca e ficar sem reação. A minha primeira ideia foi "piaçaba na testa do indivíduo", erro, pouco eficaz. Segunda ideia: fugir, erro outra vez, nunca fui atleta. Terceira ideia: "take one for the team", gritar e chamar pelos meus colegas de casa, herói, acabo esfaqueado mas salvo os meus colegas. Terei que começar a ir mijar de noite com gás pimenta? É que uma pessoa nem tem vontade de ser herói quando está ali a tentar ser rápido e discreto para voltar rápido para a cama para continuar o sonho alucinado que estava a ter. Vá lá, deixem-me mijar em paz. 

O Elefante